quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Mentiras em nome de Deus?

Resposta ao texto de Marisa Lobo, psicóloga e cristã segundo ela mesma, que fala sobre o Estatuto da Diversidade Sexual, criando pânico infundado na sociedade com MENTIRAS E DISSIMULAÇÕES.
O texto pode ser lido AQUI



Cara Marisa, psicóloga cristã

Você mente tanto que é difícil até começar a responder, mas vou fazer algumas tentativas.

Você diz que o artigo 19 do estatuto da diversidade permitiria casamento gay pedófilo ou poligâmo. Vamos aos fatos:

Art. 19 - Serão reconhecidos no Brasil os casamentos, uniões civis e estáveis realizados em países estrangeiros, desde que cumpridas as formalidades exigidas pela lei do País onde foi celebrado o ato ou constituído o fato.

O art 19 reconhece o casamento LEGAL realizado em outro país. Me diga em que país a pedofilia ou o casamento gay poligâmico é legal? O casamento hétero poligâmico é legal em vários países, mas nenhum deles permite o casamento gay


Você alega que o artigo 25 cria a licença natalidade gay especial, dando 180 dias de licença ao pai gay e só 5 ao pai hétero (que denominação absurda)

Art. 25 - É assegurada licença-natalidade a qualquer dos pais, sem prejuízo do emprego e do salário, com a duração de cento e oitenta dias.
§ 2º - O período subsequente será gozado por qualquer deles, de forma não cumulada.


O art 25 trata da adoção de um bebê. Se um casal gay adota um bebê UM dos pais terá direito a licença natalidade o outro permanece trabalhando. Assim como se um casal hétero adota um bebê a mãe terá direito a MESMA LICENÇA POR IGUAL PERÍODO enquanto o pai continua trabalhando. Absurda é a situação atual.



Você afirma que será obrigada a retirar o NOME da sua mãe e do seu pai da sua carteira de identidade. Vamos novamente aos fatos:

Art. 32 - Nos registros de nascimento e em todos os demais documentos identificatórios, tais como carteira de identidade, título de eleitor, passaporte, carteira de habilitação, não haverá menção às expressões “pai” e “mãe”, que devem ser substituídas por “filiação”

O artigo 32 retira os termos PAI e MÃE e substitui por FILIAÇÃO. O nome da sua mãe e seu pai permanecem no mesmo lugar. Apenas o qualificativo MÃE e PAI é que é retirado. Crianças filhas de mães únicas deixam de ter o constrangimento de ter **** no lugar do nome do pai.



Na tentativa de criar histeria por parte de pais, afirma que crianças de 14 anos serão transformadas em travestis com tratamento hormonal segundo o artigo 37. Mas não coloca o artigo nem comenta sobre o artigo 38 que fala que a cirurgia de redesignação sexual só pode ser feita a partir dos 18 anos.

Art. 37 - Havendo indicação terapêutica por equipe médica e multidisciplinar de hormonoterapia e de procedimentos complementares não-cirúrgicos, a adequação à identidade de gênero poderá iniciar-se a partir dos 14 anos de idade.

Aqui você demonstra má fé ou absoluto desconhecimento de matéria específica da sua profissão. O artigo fala em "indicação terapêutica por equipe médica e multidisciplinar" o que inclui pelo menos 2 médicos e psiquiatras que diagnostiquem o Transtorno de identidade de gênero. O tratamento e a cirurgia, que você preconceituosamente trata de mutilação genital é recomendade pela Organização Mundial de Saúde e por psiquiatras especialistas em transtorno de gênero.


Quanto ao pagamento por parte do SUS de cirurgias de redesignação sexual ele já é garantido atualmente por portaria do Ministério de Saúde. O Estatuto só regulamenta. Você parece ignorar que tal cirurgia é recomendada em casos específicos para diminuir o intenso sofrimento emocional sofrido por cidadãos transexuais. Que pagam os mesmos impostos que você parece não ter problemas se usados para fazer parques gospel pelo Brasil.


Os artigos 59 a 65 tratam da educação para a diversidade. Não existe menção a nenhum kit de qualquer coisa. Existe sim no artigo 61 a orientação de que escolas não adotem material que favoreça discriminação. No artigo 62 não proíbe festas do dias dos pais ou das mães, ainda que estes tenham se tornado apenas datas comerciais, mas sugere que elas adotem medidas para contemplar os "novos arranjos familiares". Uma criança orfã ou criada pela avó ou pelos tios se beneficiará grandemente dessas novas medidas

Art. 62 - Ao programarem atividades escolares referentes a datas comemorativas, as escolas devem atentar à multiplicidade de formações familiares, de modo a evitar qualquer constrangimento dos alunos filhos de famílias homoafetivas.

A senhora alega que o artigo 71 cria cursos de prostituição. A senhora leu o Estatuto? Por que se leu das duas uma, ou não sabe interpretar ou acredita que lésbicas, gays e transexuais só servem para trabalhar como prostitutas. Eis o texto do artigo 71:

Art. 71 - O poder público adotará programas de formação profissional, de emprego e de geração de renda voltadas a homossexuais, lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis, transexuais e intersexuais, para assegurar a igualdade de oportunidades na inserção no mercado de trabalho.

ONDE ESTÁ O CURSO PARA FORMAÇÃO DE PROSTITUTAS DONA MARISA LOBO?

A senhora diz que o artigo 73 cria a cota gay. Mas o que diz o texto na verdade?

Art. 73 - A administração pública assegurará IGUALDADE DE OPORTUNIDADES no mercado de trabalho a travestis e transexuais, transgêneros e intersexuais, atentando ao princípio da proporcionalidade.

A senhora diz que será criada cela gay como regalia. Dona Marisa, a senhora sabe o que acontece a gays na cadeia? A senhora defende estupros coletivos como forma de ressocialização? Leia o texto dona Marisa! Identidade sexual significa assegurar que transexuais presos sejam preos em cadeias de acordo com sua identidade de gênero. Ou como a senhora acha que um travesti, transexual é tratado em presídios masculinos?

Art. 86 - O encarceramento no sistema prisional deve atender à identidade sexual do preso, ao qual deve ser assegurada cela separada SE HOUVER RISCO à sua integridade física ou psíquica.

 Art. 88 - O Estado deve implementar políticas públicas de capacitação e qualificação dos policiais civis e militares e dos agentes penitenciários, para evitar discriminação motivada por orientação sexual ou identidade de gênero

Polícia gay, dona Marisa? ONDE a senhora leu isso? O artigo 88 não cria nenhuma polícia especial. E pare de falar essa besteira de pessoas em equilibrio biológico de gênero. ESSE CONCEITO NÃO EXISTE NA PSICOLOGIA.


Os artigos 92 a 94 não proíbem nem pastores nem padres, nem pais de santo de falar qualquer coisa. Aliás eles nem citam qualquer uma dessas categorias, mas se a senhora está falando em pregações que desrespeitem a integridade física e psicológica e incitem a intolerância, aí sim estamos falando dos mesmos artigos.

Art. 92 - É assegurado respeito aos homossexuais, lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis, transgêneros e intersexuais, de modo a terem preservadas a integridade física e psíquica, em todos os meios de comunicação de massa, como rádio, televisão, peças publicitárias, internet e redes sociais.
Art. 93 - Os meios de comunicação não podem fazer qualquer referência de caráter preconceituoso ou discriminatório em face da orientação sexual ou identidade de gênero.
Art. 94 - Constitui prática discriminatória publicar, exibir a público, qualquer aviso sinal, símbolo ou emblema que incite à intolerância.



Incitar a intolerância e desrespeitar a dignidade de um cidadão é crime.


Artigo 44 inciso III. Cara psicóloga a senhora faltou as aulas sobre transtorno de identidade de gênero? Para que uma criança e adolescente tenha direito ao registro do nome de acordo com sua identidade de gênero ela precisará ter um DIAGNÓSTICO MULTIDISCIPLINAR. E que desrespeito a dor e sofrimento dessas crianças e adolescentes a senhora faz ao sugerir que sejam chamadas de Juju Bibinha.


A senhora diz que é preciso ter pelo menos coragem de "ler e analisar esses estatuto gay". A senhora o leu? Por que se o leu e escreveu esse texto, cheio de mentiras, omissões, dissimulações e histeria então comete um crime. 




ÍNTEGRA DO ESTATUTO DA DIVERSIDADE SEXUAL


Alessandra Mascarenhas
Psicóloga Clínica e Psicopedagoga

17 comentários:

Anônimo disse...

Não tem como denunciar essa psicóloga não?? Sei lá, processar ou coisa assim... Porque ó: mentindo tanto assim ela acaba levando o povo a odiar (mais?) os LGBTs e os crimes homofóbicos aumentam...

Rafael Pinheiro disse...

Por que outra pessoa não publica essa resposta no próprio site dessa que se diz "psicóloga" já que você ganhou um block de presente?
A sua resposta foi linda, literalmente.

Anônimo disse...

Na boa, essa mulher ta doente, precisa de tratamento!
Sheylane

aiaiai disse...

Bom, acho que ela está querendo promover o livro dela "Por que as pessoas mentem" dando um exemplo pessoal, né? Só pode ser...Mas também acho que deveria ser punida de alguma forma pelo conselho profissional, se é que ela é mesmo psicóloga.

Augusto Araujo disse...

Parabéns pela lucidez da análise-resposta! Um abraço.

Anônimo disse...

Acho válido mandar esse texto para ela.

Larissa disse...

Ótima a sua resposta para aquela coisa nojenta de texto!
Tem tantos absurdos no texto daquela mulher que é difícil de ler.
Como disseram num comentário acima, se houver uma forma de denunciar aquela mulher, deveríamos fazer.
Essa criatura deve ter comprado o diploma ou o título de psicóloga, sei lá. Não querendo ser chata, mas já sendo, ela mal escrever. O que não acho cabível a quem diz ser Pós Graduada.

Felipe disse...

Boa noite.
Como todos vocês fiquei bastante indignado como texto da tal "psicóloga cristã".

Dei uma pesquisada no Google e achei o Facebook dela: http://pt-br.facebook.com/marisalobo [meio óbvio, né? hehe].

Como ela mora em Curitiba, fui procurá-la no CRP do Paraná e achei uma Marisa Lobo:
CRP Nome Cidade - Estado
7512 MARISA LOBO FRANCO FERREIRA ALVES CURITIBA - PR

Se alguém aí for de Curitiba, não custa nada dar uma ligada no CRP, confirmar se é ela e fazer uma denúncia.

Até.

Felipe disse...

Pelo jeito essa aí do CRP/PR é ela mesmo.

O twitter da "j"ênia é cômico, mas serviu pra associar o sobrenome Alves.

http://twitter.com/#!/marisaloboalves

Ana Gabardo disse...

Eu achava que era uma "pegadinha", um blog de humor. Mas pelo visto a coisa é séria, ela realmente está convicta de tudo o que fala. Ela não pode sair por aí falando isso..

Lisa disse...

Parabéns Ale! O texto é ótimo e claríssimo.

No começo sentia pena dessa criatura, agora sinto asco. Como pode uma coisa dessas? Essa mulher é o exemplo vivo de que nem todo mundo deve ser levado a sério porque cursou um curso superior. O mesmo deve ser dito desse advogado (joguem o nome dele no google).
Ela escreveu um livro chamado "Psicopatas da fé", acho que deveria começar a escrever o "psicopatas pela fé", já que, segundo ela "Morrer por jesus é lucro"!

Anônimo disse...

Otima resposta, eu faço psicologia e ela não respondeu aquilo como uma psicologa, e sim como uam ignorante que não sabe ler e interpretar o texto. Absurdo

Valdemar Neto disse...

Realmente, a proposta dela tem um toque de humor. Como eu disse lá no blog dela, é a nova Cleycianne!

Camila Sousa de Almeida - CRP: 03/6243 disse...

O planeta agradece sua resposta... e eu também.

A ABGLT já pediu providências ao Conselho Federal e Regional de Psicologia.

Abraço!

Joabe, O Máximo disse...

Essa mulher daria uma bela dupla de desentendimento, falácia, dissimulação, (iria usar outros termos, mas não posso) com a Myrian Rios, que acham dupla 'Mentira e Falácia'... o livro dela deve ser um auto-retrato dela mesma.

Janaína Leslão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janaína Leslão disse...

Virei sua fã! Adorei a resposta. Infelizmente a psicologia é aviltada por pessoas como ela. Abraços.

Postar um comentário

 

Copyright © Toca de Ale. Template created by Volverene from Templates Block
WP by WP Themes Master | Price of Silver